Volume
Redes
Sociais
Faixa sugere que lar cuida de idosos para cliente ‘aproveitar festas’; mensagem causou revolta
04/12/2017 - 1h52 em Novidades

Caso ocorreu em Curitiba. Proprietária disse que a faixa foi instalada sem o consentimento da empresa

 

A foto de uma faixa que menciona uma casa de repouso do bairro Xaxim, em Curitiba, começou a circular nas redes sociais nos últimos dias e causou revolta entre os usuários. A mensagem, que seria uma propaganda de promoção para o fim de ano, sugere que os clientes deixem os idosos no lar para que possam desfrutar das festas natalinas.

A dona do local, Adriana Goes, esclareceu que a faixa não foi colocada pela empresa. “Nós estamos há oito anos no mercado e nunca fizemos nenhum tipo de divulgação, trabalhamos apenas com indicações. O que mais me chamou a atenção foi a forma como a tal da ‘propaganda’ foi escrita. Ela dá a ideia de que o idoso é um produto, como se ele impedisse alguém de desfrutar das festas natalinas, o que é absurdo. Nós vendemos serviços e não pessoas”, disse ela.

De acordo com a empresária, ninguém sabe quem mandou confeccionar e colocar a faixa na rua. Para ela, a atitude foi tomada por alguém de má-fé. “Com certeza foi isso. Eu só não sei com que objetivo… Tem uma semana que essa foto é compartilhada nas redes sociais e eu não consigo tirar a faixa dali porque não sei que endereço é esse, nem que data ela foi instalada. Até peço que quem souber se pronuncie e me ajude com isso”, completou Adriana, que também é enfermeira.

A empresária já fez Boletim de Ocorrência sobre o caso e procurou o Ministério Público do Paraná, além da Vigilância Sanitária. “Estamos correndo para resolver toda essa situação. Graças a Deus, nós temos a fidelização de todos os nossos clientes, somos uma família e a faixa não impactou o nosso serviço. O maior problema é a imagem que isso vai causar para quem não conhece a nossa instituição. Isso não é nada justo, trabalhar como enfermeira 12 horas todos os dias para ver a sua empresa ser prejudicada dessa forma, sem direito de defesa”, finalizou.

Segundo ela, a casa de repouso lida com casos de média e alta complexidade, com pacientes que têm Alzheimer, por exemplo, e precisam de muita ajuda. A empresária aguarda, agora, resposta das autoridades sobre o assunto.

 

 

Fonte: Banda B

COMENTÁRIOS
PUBLICIDADE